Notícias

Feriste meu coração com Tua Palavra e eu te amei

Feriste meu coração com Tua Palavra e eu te amei.” Santo Agostinho    

Dai graças ao Senhor, porque Ele é bom, porque eterno é o seu amor” (Sl 107,1).

Apesar das dificuldades impostas pela pandemia que foi mudando o rumo e a vida das pessoas no mundo inteiro, este ano de 2021 tem sido abençoado por Deus para a Congregação Agostiniana Missionária pelo início das celebrações do centenário da presença das irmãs no Brasil e a profissão dos votos temporários das jovens Artimiza Celestino Manuel Braz, Samira Aragão Brito e Teresa Maria Lino

Começamos o ano preparando-nos para celebrar os 100 (cem) anos rememorando a chagada das irmãs em 21 de fevereiro de 1921 cinco  Espanholas: Madres Natividad Gorrochátegui, Mercedes Iriarti, Esperanza Garrido, Ines Lopes e Paz Hernandez, disponíveis partiram para o desconhecido, movidas pelo desejo de infundir no povo Brasileiro o amor de Deus expresso na Educação e Promoção Humana, como meio de difundir o Evangelho, pisaram pela primeira vez em terras Catalanas em Goiás.

Em 100 (cem) anos muitos acontecimentos importantes marcaram a nossa história de fidelidade, doação, serviço e entrega. “Se tiverdes fé como um grão de mostarda, nada vos será impossível!”  (Mt. 17, 20). Como o grão de mostarda que brota, floresce e sua árvore se torna a maior de todas, a comunidade das pioneiras foi aos poucos construindo junto com o povo de Catalão o colégio Nossa Senhora Mãe de Deus, a Casa Mãe do Brasil onde tudo começou. Como no velho ditado: “de grão a grão a galinha enche o papo” e a Congregação foi se expandindo por diversos lugares do País e do mundo.  

Como Maria, nós Agostinianas Missionárias, cantamos dizendo: “O Senhor fez por nós maravilhas” (Lc 2,49).  A semente plantada há cem (100) anos atrás continua dando seus frutos. Neste ano, o Senhor nos agraciou com mais três jovens generosas e dóceis ao chamado de Deus que se consagraram no dia 24 de fevereiro como Agostinianas Missionárias. A data escolhida é especial para nós, pois fazemos memória da profissão de nossas fundadoras: Clara primeira a professar, Mônica e Querubina (juntas anos depois). 

Para nossa maior alegria, duas jovens das que professaram são de terras Africanas-Moçambique. Podemos dizer que são as primeiras sementes que estão brotando naquela querida terra onde completaremos 26 anos de presença. Já temos a irmã Fernanda (Moçambicana) que fez sua profissão a dois (2) anos atrás.

«Depois que professamos os votos de castidade, pobreza e obediência, a superiora Provincial, Ir. Maria Eline Lopes Oliveira, foi chamando uma por uma, colocou o distintivo da Agostiniana Missionária sobre o nosso pescoço, depois nos demos um abraço apertado e demorado. Fizemos memória dos momentos inesquecíveis que passamos na formação, os felizes e também as dificuldades que se tornaram oportunidade de crescimento. Para nós este momento foi marcante, Cristo confirmando mais uma vez a nossa vocação. Não sei explicar, mas não conseguimos conter as lágrimas de tanta alegria. “O senhor fez em mim maravilhas” o canto do Magnificat, expressão de nossa alegria pela Consagração a Deus, que não conseguimos entoar com voz firme porque a emoção tomou conta de nós, pois grande parte da busca, da realização das nossas vidas se concretizava com o nosso Sim a Deus, o coração seduzido entregando-se ao amado.  Agora nos resta descer do monte Tabor e colocar em prática o que aprendemos: “Amar, ser e servir”». conta a irmã Artimiza.

Foi um momento único, tomado de emoções e alegria por tão grandes maravilhas que o Senhor tem feito por nossa Congregação, em um momento no qual a Igreja clama por vocações sacerdotais e religiosas. O sim destas jovens significa para nós, esperança, incentivo para o empenho na pastoral vocacional.  Desejamos que as irmãs: Artimiza, Samira e Teresa sigam firmes e confiantes e que o Senhor lhes dê condições necessárias para que renovem constantemente o SIM dado publicamente e que as dificuldades sirvam para as fortalecer no seu compromisso com Cristo. Muito obrigada pela vossa disponibilidade e por escolherem fazer parte da família Agostiniana.  Parabéns a vocês e muitas felicidades! Que o Senhor Jesus junto a Virgem Maria, Mãe do Bom Conselho, interceda pelas necessidades da nossa Congregação e particulares. Tenham sempre os olhos fixos em Jesus e dessa forma caminharão para mais além. Como Santo Agostinho temos a certeza que: Apaixonar-se por Deus é o maior dos romances; procurá-Lo, a maior das aventuras; encontrá-Lo a maior de todas as realizações. 

São Paulo aos 27 de Março de 2021.

Irmã Artimiza Celestino Manuel Braz

Fotos

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Compartilhe!